APOINME

Homenagem aos indígenas que morreram vitimas do COVID 19

Hoje não vamos fazer uma nota de pesar para os 12 indígenas do Nordeste que morreram pela COVID-19, iremos homenagear eles e elas, lembrando do que um sábio parente indígena nos disse uma vez, que quando lembramos de nossos mortos , eles permanecerão vivos entre nós. Por isso iremos homenagear os 12 que nos deixaram nessas duas semanas vitimas de um vírus perverso. Lembrando que eles amaram muitas pessoas e também foram amados por muitas pessoas; lembrar também que eram pais, mães, filhos (as), avós, avôs, netos (as), que sonhavam e faziam planos de vida, mas que infelizmente foram interrompidos rapidamente. Por isso viemos não só para lamentar, mas também para agradecer a cada um/uma desses 12 indígenas que nos deixaram e dizer que suas mortes não foram em vão, cada um de nós guerreiros e guerreiras, que estamos aqui homenageando vocês, vamos lutar para que essa pandemia não leve mais de nossos parentes. Vamos lutar e, em memória a vocês que nos deixaram, vamos combater esse vírus , vamos cuidar uns dos outros para que mais de nós não se vá, vamos nos abraçar e não vamos soltar as mãos, mesmo que seja de longe respeitando o distanciamento social.

Vamos deixar a nossa homenagem aos Tapeba – CE, Tabajara – CE, Potiguara – RN, Pankara – PE, Pipipã – PE, Kariri Xokó – AL e aos Fulni-ô – PE, estamos com vocês.